100%

Servidor público pode escolher onde receber seu salário

Os servidores Publicos, agora, podem receber o salário no banco de sua preferência, não sendo mais obrigado a utilizar os serviços da instituição financeira que tem convênio com a Prefeitura. A portabilidade da conta entrou em vigor a partir do dia primeiro de janeiro deste ano. Esse benefício chegou três anos depois da liberação para os funcionários de empresas privadas. O Banco Central do Brasil (BC) instituiu também, a chamada conta-salário dos servidores públicos, que poderá ser aberta em qualquer agência da rede bancária nacional, seja em bancos privados ou públicos. Até o momento, as instituições públicas ‘vendiam’ as contas de seus funcionários para bancos específicos, e o servidor era obrigado a manter a conta-salário em um banco estranho à sua vontade. Com a nova Resolução, os empregados e servidores públicos de todas as esferas, federal, estadual ou municipal têm o direito a movimentar seu salário no Banco que escolher. Uma das vantagens é que este tipo de conta é isenta da maioria das taxas. O servidor passa a contar com a possibilidade de receber o vencimento sem pagar tarifa. A ausência de cobrança vale, por exemplo, para transferência de valores para contas de outros bancos. Ou, ainda, se uma pessoa tiver empréstimo em determinada instituição bancária, poderá, por exemplo, transferir a dívida para outro banco, mantendo as condições do contrato ou até melhorando-as. O presidente do Legislativo Municipal de Antônio Prado, Pedro Valdecir da Silva Dutra, Katiça (PDT) avalia a Resolução como positiva. “Vejo a portabilidade do salário com bons olhos, como uma conquista dos servidores. Esse direito poderia até ter vindo antes, pois todos devem ter a liberdade de escolher onde querem receber o salário”, enfatiza. Como solicitar a portabilidade do salário Os proventos vão continuar a ser creditados no banco atual, mas será possível solicitar que este valor seja automaticamente transferido para o banco de preferência do servidor, mensalmente, sem nenhum custo. O funcionário público que tiver interesse em usufruir do benefício deve procurar a agência na qual possui conta atualmente e informar para qual banco quer que o dinheiro passe a ser transferido. O pedido deve ser feito de forma escrita ao banco, com a informação da conta em que o valor passará a ser creditado. Com o comunicado, o Banco terá que transferir, sem custo e no mesmo dia, o salário do cliente para a conta informada previamente.

Notícias

Turismóloga apresenta palestra aos alunos cidadãos.
Turismóloga apresenta palestra aos alunos cidadãos.

Os alunos do Projeto Aluno Cidadão reuniram-se na tarde da quarta-feira, 12 de junho, onde na conheceram um pouco mais sobre Turismo, tema abordado neste ano pelo projeto, através de palestra apresentada pela turismóloga Patrícia Shenkel,

Escriturário inicia atividades no Legislativo pradense
Escriturário inicia atividades no Legislativo pradense

Em reunião de trabalho entre a Mesa Diretora e funcionários da Câmara de Vereadores de Antônio Prado realizada na segunda-feira, 10 de junho, foi, apresentado a todos, o mais novo integrante da equipe legislativa, o pradense Felipe Oselame Schiochet.

Assessores legislativos participam de curso de Comunicação Legislativa
Assessores legislativos participam de curso de Comunicação Legislativa

Os assessores responsáveis pela área de comunicação da Câmara de Antônio Prado, Paulo Barp e Eduarda Bertoldo Zanella, participaram do Curso de Comunicação Legislativa para Câmaras Municipais e Gabinetes Parlamentares, na CIC de Caxias do Sul, promovido pelo IGAM - Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos.

Suplente Richele Pasa assume no Legislativo
Suplente Richele Pasa assume no Legislativo

Nesta sessão a suplente de vereador, Richele Pasa do MDB, assumiu novamente uma cadeira no legislativo ocupando a vaga do colega de partido Moisés Campagnaro, no período de 28 de maio a 14 de junho.