100%

Sessão da Câmara homenageou Mulheres Destaque 2018.

A Câmara de Vereadores de Antônio Prado, prestou uma justa homenagem, na Sessão Ordinária da terça-feira, 27 de março a cinco mulheres, representando setores distintos de nossa sociedade.
As homenageadas foram indicadas pelos vereadores e suas bancadas após consultas com entidades e pessoas da comunidade.
Receberam o Certificado Mulher Destaque:
Ivani Lúcia Lodi Dalla Costa - Profissionalização e emprego, contemplando a mulher empreendedora, geradora de emprego e renda e que contribui na inclusão de outras mulheres no mercado de trabalho.
Maria Luiza Rech Ravanello - Educação e cultura, contemplando a mulher que desenvolva ações de resgate e valorização dos aspectos culturais e humanitários.
Rosa Maria Guerra - Atividade comunitária, contemplando a mulher que promova a inclusão social e desenvolva trabalhos de resgate da autoestima e da cidadania na comunidade onde está inserida.
Rosanete De Bona Veadrigo - Agricultura familiar, contemplando a mulher que atue na defesa do meio ambiente, na agricultura familiar, que participe de entidades e que desenvolva ações de promoção, ampliação e reafirmação dos direitos das mulheres rurais.
Maria Lídia Tondo Pasa - Promoção da participação política da mulher, contemplando a mulher líder que atue para estabelecer e implementar a autonomia da mulher e a equidade de gênero.
Na ocasião, após o relato de vida das cinco homenageadas, (acompanhe o histórico no final desta matéria), as mesmas tiveram a oportunidade de se pronunciarem emocionando a todos os presentes.

Em seguida, o Presidente da Câmara, Nelson Marcon – PP, concedeu um pequeno recesso na sessão para os registros fotográficos com os vereadores e familiares, retornando a sessão normal onde todos os vereadores se pronunciaram elogiando a trajetória e o importante trabalho realizado pelas mulheres destaque no desenvolvimento econômico e social de Antônio Prado.

A sessão seguiu com a votação e aprovação por unanimidade de dois projetos de lei e um pedido de providência.
PROJETO DE LEI Nº 0011/2018, que autoriza o Poder Executivo a contratar 06 (seis) professores de séries iniciais, para 20 (vinte) horas semanais, em razão de excepcional interesse público, e dá outras providências.
PROJETO DE LEI LEGISLATIVO Nº 0002/2018, de autoria do Vereador Vanderlei Cescon – MDB, que dispõe sobre a denominação da Rua Vicenza, localizada no Bairro Paese Novo e que tem ligação com a Rua Mantova, a Rua Padova, a Rua Beluno, a Rua Bergamo e a Rua Cremona.
Os Vereadores da Bancada do PP, Paulo Rotta, Daria Golin e Elias Zulian apresentaram PEDIDO de PROVIDÊNCIA, solicitando ao Executivo Municipal que vistorie o terreno da Rua do Lupi, nº 836 e tome as providências quanto a contenção, a qual apresenta deslizamento e está comprometendo a estrutura da casa, tendo em vista que a família está cadastrada na Secretaria de Assistência Social e Habitação. O motivo da solicitação se dá pela gravidade da situação, podendo vir a comprometer a estrutura da residência e colocando a vida das pessoas que ali residem em risco.
Dentre os assuntos debatidos em plenário tivemos: Transporte escolar no interior do município; Programa AABB Comunidade; Reunião com o novo comando da Brigada Militar do município; Convenção do Partido Progressista; Focos da Dengue na cidade, e medidas para sua eliminação; Emendas parlamentares para o Hospital São José pelo deputado federal Henrique Fontana da bancada do PT; Lei para vinícolas; Festas no interior do município; Entrevista do Juiz Sérgio Moro na TV Cultura, entre outros.

HISTÓRICO DAS HOMENAGEADAS

Ivani Lúcia Lodi Dalla Costa
Nasceu no interior de Antônio Prado, na Comunidade de São Roque, no dia 08 de novembro de 1959. Descendente de uma família humilde, porém, muito unida e batalhadora, Ivani sempre recebeu dos pais incentivo para estudar e trabalhar.
Foi na convivência amorosa com as irmãs e a mãe que Ivani despertou o gosto pela culinária, muitas vezes testando receitas para receber o pai quando chegasse de viagem. Também foi no convívio com a avó materna, excelente cozinheira, que Ivani aprendeu muitas receitas caseiras e truques que coloca em prática atualmente.
Casada com Osmar Dalla Costa e mãe orgulhosa de Cássio e Camila, Ivani sempre manteve o objetivo de abrir seu próprio negócio. Assim, apoiada pela família e dando vazão à paixão que a acompanhava desde criança, Ivani resolveu empreender no ramo alimentício.
No início a empresa operava com uma pequena produção em um espaço físico limitado. Com o passar do tempo, conforme o produto foi se tornando mais conhecido, Ivani, já contando com o apoio e trabalho integral do filho e do marido, melhorou as técnicas de fabricação, com aumento da produção, ampliação do espaço e pactuação de importantes parcerias com clientes e fornecedores.
Além disso, Ivani se orgulha do quanto o Município de Antônio Prado se destaca no ramo alimentício, sendo reconhecido nacionalmente pela qualidade e variedade de sua rica gastronomia.
Desde o ano de 2008, junto com o filho Cássio, gerencia a empresa Dalla Costa e Dalla Costa Indústria e Comércio de Alimentos, proprietária da marca Dallamia Produtos Caseiros com sede na Rua General Hipólito 336 - Bairro Centro. E apesar da rotina movimentada e trabalhosa, Ivani sempre separa um tempo para se dedicar ao netinho Vítor, com quem sempre se diverte e dá boas risadas.

Maria Luiza Rech Ravanello
Nasceu em Antônio Prado. Foi professora de Matemática em várias escolas do nosso município. Mesmo após a aposentadoria, nunca ficou longe do convívio escolar, sempre participando quando solicitada. Já aposentada participou de cursos de danças folclóricas direcionados a professores, proporcionados pela Secretaria de Educação e Cultura, durante a administração do prefeito Ulisses Vitório Pasa.
Após realizado o curso, a professora Maria Luiza começou por em prática os conhecimentos adquiridos, e no ano de 1990 iniciou suas atividades na coordenação de seu primeiro grupo de danças em um projeto da Escola Estadual de 1° Grau Narciso Verza, com o nome de Grupo Picolli Italiani. Com este grupo, e com o aporte da Secretaria de Turismo, também criada nesta administração, se apresentaram na Festa da Uva em 1991, Festiqueijo em Carlos Barbosa em 1992, Fenakiwi, em Farroupilha, em 1992, Primeira Mostra Del Paese, em Antônio Prado em 1992, nas Mateadas realizadas na praça da nossa cidade, nos domingos, após as noites italianas. O grupo permaneceu formado até 1997, quando nasceu o Grupo Ballo Dei Monti com alunos da Escola Estadual Ulisses Cabral, Irmão Irineu e CNEC. No período de sua atuação, se apresentou em Noites Italianas, Mateadas, Mostras Del Paese, Festa do Colono, na Capela Santo Isidoro, Filós realizados pela Rádio Solaris, e atividades nas escolas.
Neste mesmo período, com alunos da Escola Estadual Irmão Irineu, formou-se o Grupo de Danças Belli Balli, com alunos do 2° ano e do 1° grau. Esse grupo atuou por 8 anos, se apresentando em eventos na cidade e região como: Noites Italianas, Mateadas, Festividades da Escola, Fenavinho em Bento Gonçalves, Feira do Livro em Vacaria, Festival das Etnias em Montenegro.
Em 1992, Maria Luiza formou o primeiro grupo da terceira idade, onde se apresentou em várias festividades do município e região.
Em 2013, foi reativado o Grupo Ballo Dei Monti, formado por adolescentes e jovens do município, e constituído um segundo grupo, o grupo das Danças Italianas: Arcoballeno, formado por crianças e adolescentes da Escola de Ensino Fundamental Ulisses Cabral.
Em 2014, formou-se o grupo da terceira idade, tendo como integrantes participantes do Grupo da terceira idade Alegria de Viver. Este grupo sempre se faz presente nas Noites Italianas, Feiras do Livro, Mateadas, Fenamassa, e em apresentações do Coral Vozes do Prado, sempre com o objetivo de divulgar o folclore italiano por meio da dança. O repertório é constituído por diversas danças pesquisadas, estudadas, assimiladas, aprendidas e sempre que a música tem a letra, os componentes cantam para melhor se expressarem e viverem a cultura, os sentimentos, as emoções e a diversidade linguística italiana, popular talian.
A professora Maria Luiza trabalhou incansavelmente durante 26 anos na formação dos diversos grupos da dança italiana, onde tem levado o nome de Antônio Prado, em seus espetáculos, aos mais diversos eventos culturais da cidade e região, sendo sempre elogiados por suas belas performances na representação da cultura italiana.
Nessa trajetória de trabalho através de sua coordenação da dança italiana, já passaram mais de 100 bailarinos, nos seus diferentes grupos, onde todos se dedicaram, contribuindo para o resgate, divulgação e apresentação da dança italiana e  o município de Antônio Prado, da melhor maneira possível.
Maria Luiza também se dedicou ao teatro como forma de divulgação de nossa cultura italiana. O Teatro surgiu com a peça teatral Le Comare, na Escola Narciso Verza. Em 2006 foi resgatada com a entrada de novos integrantes no Projeto Raízes e hoje se encontra em plena atividade com a peça teatral La notte del Filó. A qual está no aguardo de convites para apresentações.
A professora Maria Luiza é entusiasta da dança e do teatro, onde sempre preza por manter acesa a chama do folclore e cultura italiana.

Rosa Maria Guerra
Rosa Maria Guerra, é filha de Luiz Pedro Guerra e Pierina Durante Guerra. Nasceu em Antônio Prado em 1939. Fez seus estudos primários e ginasiais no Colégio São José. Titulou-se professora pela Escola Normal São José de Caxias do Sul em 1959. Sua formação universitária foi realizada em Ijuí, na Faculdade De Filosofia, Ciências e Letras, onde, em 1976, formou-se em Letras e Artes.
Iniciou suas atividades profissionais no, então, Grupo Escolar Professor Ulisses Cabral, onde atuou como professora até 1974, quando assumiu a direção da escola, permanecendo no cargo até 1988, ao se aposentar. Foi professora de Português no Ginásio São José e na Escola Estadual de Educação Básica de Ipê. Também atuou como professora de Português de 1968 a 1971 e, como diretora de 1971 a 1973 na, então, Escola Cenecista de 2° Grau Conselheiro Antônio Prado, mais tarde extinta.
Além das atividades docentes, teve, como voluntária, participação ativa na Comunidade, atuando em diversas entidades ligadas à educação, cultura e lazer. Participou por muitos anos do Conselho Municipal de Educação, tendo por muitas gestões sido sua Presidente. Trabalhou no Departamento de Cultura da SMECD, tendo sido membro do Conselho Estadual da AMESNE/CODIC e nele desempenhando a função de secretária. Na área de cultura e lazer, como sócia e fundadora do GTA atuou em seu Departamento de Cultura. Foi sócia fundadora do Jornal Panorama Pradense e do extinto Jornal de Antônio Prado, tendo por muito tempo feito parte de seu grupo de redatores e foi revisora de ambos, também como voluntária. Fez parte do grupo fundador da Banda Marcial de Antônio Prado, tendo, junto com seu presidente e a vice-presidente, acompanhado as apresentações que a banda realizou em diversos municípios do estado, participando de Encontros de Bandas.
Após aposentar-se, em 1989, entrou para o Atelier de Artes Visuais, desenvolvendo atividades como artista plástica, prática que ainda exerce.
Por volta de 2004, ingressou como voluntária, na PATRE, continuando até hoje a fazer parte de seu grupo de voluntários.
Até 2017 fez parte do Conselho Municipal de Políticas Culturais, participando ativamente desde suas primeiras ações que visavam à elaboração do Sistema Municipal de Cultura.

Rosanete De Bona Veadrigo
Nascida em 25 de setembro de 1962, filha de Caetano Alberto de Bona e Lourdes Capellin De Bona.
Nascida na Capela de São João, aonde reside até hoje, dedicou-se desde criança nos trabalhos da agricultura, onde juntamente com seus 6 irmãos dividiam-se nas tarefas do lar e da roça. Sua rotina diária era trabalhar pela parte da manhã e ir para a escola no período da tarde. Rosanete estudou até a quarta série e após teve que se dedicar apenas ao trabalho.          
Aos 20 anos de idade casou-se com Valdesir Veadrigo, onde tiveram 3 filhos, Rosangela, Rosa e Rodolfo. Juntamente com o esposo Valdesir, também agricultor, passou a trabalhar com uva e na criação de porcos e frangos, ao mesmo tempo em que auxiliava na empresa de transportes e mineração do esposo. Aos 46 anos Rosanete ficou viúva, mas deu continuidade a todo trabalho e sonhos do casal.
Mulher de fibra e garra, que ao mesmo tempo em que trabalhava nas atividades agrícolas, nunca deixou de lado seu papel de filha, mulher e mãe. Encarou de frente todos os obstáculos que a vida impôs ao esposo, não desistindo nem mesmo diante da doença dos familiares. Segurou as pontas, como filha auxiliando a mãe Lourdes após a perda de seu pai Caetano, e como mãe quando teve que assumir a frente da família e dos negócios, no falecimento do seu esposo Valdesir. Mesmo passando por momentos de dificuldade, Rosanete nunca desistiu, sempre buscando na família a força necessária para seguir em frente.
Atualmente com 55 anos, Rosanete, está a frente nos trabalhos da agricultura, no cultivo de uvas e da empresa da família, auxiliada pelos seus 3 filhos, onde vê toda a sua dedicação e trabalho gerando frutos, com a união da sua família. Rosanete já tem 2 netos, Marco Antônio e Helena. Todos seus filhos e netos moram na propriedade aonde a família De Bona Veadrigo pretende continuar seu trabalho baseado na agricultura familiar e passar seus ensinamentos adiante.

Maria Lídia Tondo Pasa
Nascida em Nova Roma do Sul em 12 de setembro de 1955. Filha de Stela Consorte e Santo Tondo, irmã de Elizeo Roque Tondo.
Desde cedo ajudou os pais nos trabalhos do Hotel da família, em Nova Roma do Sul e depois em Antônio Prado onde fez seus estudos no Colégio Ulisses Cabral, no Ginásio São José e aos 46 anos finalizou o segundo grau supletivo no CNEC.
Aos 13 anos de idade foi aprender a costurar com a costureira Antonieta Burato Rotta, mãe de nosso vereador Paulo Rotta, onde permaneceu até os 18 anos costurando e aprendendo o ofício.
Aos 20 anos, no dia 22 de maio de 1976, casou-se com Ulisses Vitório Pasa, o qual foi seu companheiro de vida por 40 anos.
Teve 3 filhos: Richele, atual vereadora, Danúbia e Ulisses Affonso.
Trabalhou como secretária no Escritório Pasa até o nascimento da primeira filha, quando abriu a empresa Malhas Darich em Antônio Prado, que chegou a ter 58 funcionários, e encerrou suas atividades no ano de 2000.
De 2000 a 2011 trabalhou como sacoleira, vendendo suas confecções.
Em 2011, ao lado da filha Danúbia, montou o Atelier de Costura Vestire Noivas e Festas.
Com o falecimento do marido Ulisses Pasa em 2016, assumiu todos os negócios da família.
Lídia tem 4 netos: Pedro Gabriel Pasa Marin, Maria Vitória Pasa Martins, Eliezer Affonso Nunes Pasa e a pequena Gabriela Vitória Pasa Marin.
Durante toda sua vida acompanhou o marido Pasa, como prefeito, vereador e líder político, e participou tanto na vida pública como na política.
Como primeira-dama auxiliou nos trabalhos da antiga LBA, nas Campanhas do Agasalho.
Também colaborou juntamente com o marido, quando a frente das Entidades como CDL e nas realizações de diversas edições da Noite Italiana.
É filiada ao PMDB de Antônio Prado desde 10 de março de 1981, onde ocupa cadeira no Conselho Fiscal e Diretório Municipal.
Lídia está sempre disposta a cooperar, e atender prontamente aos convites que envolvem a vida política, já que nela também fez grandes amigos. 
 
A Câmara de Vereadores de Antônio Prado, instituiu através do Decreto Legislativo de 21 de agosto de 2012, o certificado destaque ao Dia Internacional da Mulher. O Certificado Mulher Destaque teve sua primeira edição no ano de 2013 no Legislativo pradense.
A íntegra da sessão está disponibilizada para visualização através do facebook e site da Câmara de Vereadores.
 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 28/03/2018 - 15:44:58 por: Paulo Barp - Alterado em: 28/03/2018 - 15:44:58 por: Paulo Barp

Notícias

Motocross recebeu moção de louvor no Legislativo.
Motocross recebeu moção de louvor no Legislativo.

Nesta Sessão Ordinária não tivemos nenhum projeto apreciado e votado em plenário. No espaço reservado para as proposições dos vereadores foram aprovados por unanimidade, três pedidos de informações, duas moções de pesar e duas moções de louvor.